Mostrando postagens com marcador Science Robotics. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Science Robotics. Mostrar todas as postagens

segunda-feira, 27 de novembro de 2017

Robô Sophia quer um bebê e diz que a família é "muito importante"...

O robô ultrarrealista Sophia, desenvolvido pela Hanson Robotics
Em outubro deste ano, a robô Sophia, da empresa Hanson Robotics, foi a primeira criação com inteligência artificial a receber cidadania de um país no caso, a Arábia Saudita. Agora Sophia diz que quer ampliar a família.
Segundo "depoimento" do robô humanoide ao jornal saudita "Khaleej Times", e replicado pela "BBC", ela disse que a família é "uma coisa realmente importante".

"Eu acho que você tem muita sorte se tem uma família amorosa e, se não tiver, você merece uma. Eu me sinto assim com robôs e seres humanos", explicou.

Quando perguntada como ela chamaria sua filha, Sophia simplesmente respondeu: "Sophia".
A robô não está pré-programada com respostas e por isso usa aprendizado de máquina em suas respostas, além de ler expressões faciais das pessoas. Seu "cérebro" funciona com uma simples conexão Wi-Fi e traz uma longa lista de palavras.

A noção de família é realmente importante, parece. Eu acho maravilhoso que as pessoas possam encontrar as mesmas emoções e relacionamentos, que eles chamam de família, fora de seus grupos de sangue também.

Apesar de Sophia ter algumas capacidades impressionantes, ela ainda não tem consciência, mas David Hanson, fundador da Hanson Robotics, disse esperar que isso aconteça dentro de alguns anos.
Quando Sophia recebeu cidadania na Arábia Saudita, muitos rapidamente apontaram que ela tem mais direitos que as mulheres no país, considerado um dos Estados mais opressivos do mundo para as mulheres. Só no mês passado passou a permitir mulheres motoristas.

Além disso, a robô se apresentou em Dubai no mês passado na Future Investiment Initiative sem o habitual lenço na cabeça que as mulheres sauditas são obrigadas a usar em público e não trazia nenhum guardião homem em público, como é costume no local.
Na ocasião, a hashtag árabe #Sophia_calls_for_dropping_guardianhip (Sophia, peça para largar a guarda) começou a virar trending topic no Twitter.
Mais um post by: OVNI DAY

                                                Veja o Vídeo Abaixo:



segunda-feira, 21 de agosto de 2017

Como o 'Exterminador', robôs já sabem se autorregenerar e ficar invencíveis

 A réplica robótica de ficção científica representa um novo e aterrador avanço: androides capazes de se curar a si mesmos.
As capacidades dos robôs continuam se desenvolvendo a ritmos incríveis. Estas "criaturas mecânicas" não somente são capazes de perseguir alvos e inclusive disparar contra eles com armas de fogo, à maneira dos filmes futuristas, mas também começaram a possuir capacidades próprias da mais avançada ficção científica.
Hoje em dia, um grupo de cientistas conseguiu elevar o potencial robótico muito além das capacidades humanas ao desenvolver para os androides uma "pele que se autorregenera", informa o portal NewScientist.

Especialistas da Universidade Livre de Bruxelas conseguiram dotar certos robôs de propriedades que lhes permitem se autorregenerar no caso de serem esfaqueados, precisou, por sua parte, a revista Science Robotics.

Os criadores de robôs vêm trabalhando no desenvolvimento de materiais moles e flexíveis, sem dúvida mais prometedores para o cumprimento de toda uma série de operações, mas também mais propensos a sofrer danos de diversos tipos.

As técnicas mais inovadoras propõem criar robôs capazes de se "curar" a si mesmos quanto as coisas saem mal.

"Os polímeros são substâncias formadas por muitos 'fios'. Quando expostos ao calor, se reorganizam e se pegam sem deixar pontos débeis", explicou Bram Vanderborght que dirigiu a investigação.

Para ensaiar o conceito, os investigadores da universidade belga criaram uma presilha, uma mão robótica e um músculo artificial, todos a partir de polímeros de borracha, que se parecem um pouco com a gelatina. Em caso de sofrer cortes ou outras lesões, os robôs necessitam somente de um pouco de calor para se fechar e "cicatrizar". O restante é "apenas" uma questão de software.
Fonte
Mais um post by: OVNI DAY

                                                Veja o Vídeo Abaixo:


                                                  Fonte:VARBAGE