terça-feira, 26 de junho de 2018

O rosto de Buzz Aldrin quando Donald Trump fala sobre o espaço é absolutamente hilário

O astronauta da Apollo 11 Buzz Aldrin reagiu com uma série de expressões enquanto Donald Trump fez um discurso sobre a importância de explorar o espaço. Aldrin se juntou a Trump na Casa Branca para a assinatura de uma ordem executiva para restabelecer o Conselho Nacional do Espaço. Vídeo realmente Hilário.kkkk
Mais um post by: OVNI DAY

                                              Veja o Vídeo Abaixo:

domingo, 17 de junho de 2018

OVNIS SOBREVOANDO BASES MILITARES!!

Um grupo formado por seis oficiais da Força Aérea dos Estados Unidos (USAF, na sigla em inglês) e um pesquisador de objetos voadores não identificados (ovnis) afirmam que extraterrestres têm sobrevoado bases militares de mísseis e desativado bombas nucleares. Segundo o site TG Daily.

O grupo diz que os objetos voadores não identificados têm sobrevoado locais com armas nucleares dos Estados Unidos e da Inglaterra e outras lugares secretos pelo mundo desde 1948 e que possui documentos que comprovam isso.

Em muitos casos, os mísseis apresentaram mal funcionamento ao mesmo tempo que objetos em formato de disco voavam silenciosamente nas proximidades das bases. Outro membro do grupo, Charles Halt, afirma ter visto um objeto voador no formato de disco lançando um feixe de luz em direção à base da Real Força Aérea britânica (RAF, na sigla em inglês) em Bentwaters, na Inglaterra. Após isso, ele ouviu no rádio que a "aeronave" teria pousado em uma área de armazenamento de armas nucleares.

Os ex-oficiais acreditam que os governos dos dois países "abafaram" as notícias, utilizando excelente métodos de desinformação.
Mais um post by: OVNI DAY

                                               Veja o Vídeo Abaixo:

quinta-feira, 14 de junho de 2018

Mais longevo veículo-robô da NASA Opportunity está 'perdido em Marte'


Série de imagens divulgada pela Nasa mostra uma simulação do escurecimento do céu de Marte em meio a uma tempestade de areai como o Opprtunity enfrenta no momento: sem radiação solar, painéis não conseguem recarregar baterias e equipamento entra em modo de economia de energia - NASA/JPL-Caltech/TAMU, veja a imagem abaixo:
Mais longevo veículo-robô da Nasa em Marte, explorando sua superfície há quase 15 anos, o Opportunity não faz contato com a agência espacial americana desde o último domingo, em meio a uma tempestade de areia de proporções globais. Em novas tentativas realizadas nesta quarta, os cientistas da Nasa não obtiveram resposta do equipamento, mas ainda estão otimistas de retomar as comunicações e operações depois que a tempestade passar, não o dando como “perdido”.

Segundo a agência espacial americana, o Opportunity provavelmente entrou em modo de economia de energia, deixando ligado basicamente apenas o relógio da missão, para enfrentar a tempestade. Alimentado por baterias carregadas por painéis solares, o veículo-robô está programado para fazer isso se o nível de energia delas ficar abaixo de 24 volts, com o relógio regularmente religando o computador de bordo para verificar se as baterias foram recarregadas. Mas, diante da quantidade de areia em suspensão na atmosfera em razão da tempestade, que cobre uma área de 35 milhões de quilômetros quadrados, ou cerca de um quarto da superfície do planeta, bloqueando quase totalmente a luz do Sol, é pouco provável que isso aconteça nos próximos dias.

- Nossa equipe tem um laço muito forte com o veículo, uma conexão emocional muito estreita com ele – destacou John Callas, gerente de projeto do Opportunity no Laboratório de Propulsão a Jato da Nasa (JPL), na Califórnia, em teleconferência com a imprensa realizada pela agência nesta quarta para discutir a situação. - Estamos preocupados com ele, claro, mas também esperançosos de que a tempestade vai clarear e ele vai voltar a se comunicar conosco.

Esta também não é a primeira vez que o Opportunity enfrenta uma situação assim. Em 2007, o Opportunity e seu veículo “irmão”, o Spirit, encararam uma tempestade de areia muito maior, que cobriu praticamente todo o planeta. Então, as operações de ambos equipamentos foram suspensas durante duas semanas, com vários dias sem contato, que acabou retomado após a tempestade passar e suas baterias recarregarem.

O maior temor dos cientistas é com relação ao frio, que pode “estragar” as baterias do Opportunity. No momento, a temperatura na região onde o veículo-robô está, conhecida como Vale da Perseverança, chega a -29 graus Celsius, obrigando o equipamento a realizar um delicado equilíbrio entre economia de energia e uso dos aquecedores que mantêm a temperatura de suas baterias dentro dos limites operacionais. Segundo os engenheiros da Nasa, foram problemas neste processo que levaram à perda do Spirit em situação similar em 2010. Ainda assim, ambos veículos-robôs em muito excederam as previsões originais de funcionamento em Marte, de apenas 90 dias.
Mais um post by: OVNI DAY

                                              Veja o Vídeo Abaixo:

segunda-feira, 11 de junho de 2018

A Sonda New Horizons, da NASA é acordada a mais de um bilhão de quilômetros além de Plutão

A sonda New Horizons, da NASA, começou a se preparar para um sobrevoo histórico: em 31 de dezembro de 2018, ela estudará e fotografará um objeto misterioso chamado Ultima Thule.

Depois de passar por Plutão em julho de 2015, a sonda entrou em modo de hibernação desde o último 21 de dezembro, para preservar recursos.
Na semana passada, no entanto, ela foi acordada pela equipe de operações da missão, do Laboratório de Física Aplicada Johns Hopkins (EUA), conforme o programado.

Agora, está se aproximando de Ultima Thule a uma taxa de mais de 1,2 milhões de quilômetros por dia. Quando ultrapassar o objeto no Ano Novo, a New Horizons deve nos fornecer informações vitais sobre como nosso sistema solar se tornou.

Próximos passos
A sonda está a mais de 6 bilhões de quilômetros de distância da Terra, viajando através da faixa gelada de detritos do sistema solar chamada de Cinturão de Kuiper.

“Nossa equipe já está mergulhada no planejamento e nas simulações de nosso próximo voo em Ultima Thule e está empolgada com o fato de a New Horizons estar de volta a um estado ativo”, disse o principal membro da missão, Alan Stern, do Southwest Research Institute em Boulder (EUA), em um comunicado.

Nos próximos dois meses, a equipe irá testar comandos a bordo da sonda, atualizar sua memória, recuperar dados científicos sobre o Cinturão de Kuiper e completar uma série de verificações de sistemas.

Após essas etapas iniciais, as operações de sobrevoo e observações distantes do Ultima Thule devem se iniciar no final de agosto.

Ilustração artística da passagem de New Horizons por Plutão em julho de 2015

Ultima Thule
Ultima Thule, oficialmente chamado de 2014 MU69, é um objeto transnetuniano localizado no Cinturão de Kuiper.

Seu apelido, de acordo com Stern, vem de uma frase nórdica que significa “além das fronteiras mais distantes”. De fato, se a missão for bem-sucedida, será um recorde: Ultima Thule se tornará o objeto mais longínquo já visitado pela humanidade, embora a New Horizons não seja a sonda espacial que já viajou mais longe – as Voyager 1 e 2 detêm esse título.

Os pesquisadores não têm certeza das dimensões exatas de Ultima Thule. No entanto, a NASA afirmou que ele parece ser uma rocha em forma de amendoim, e os cientistas suspeitam que ele tenha até 32 quilômetros de comprimento e 20 de largura.

Cinturão de Kuiper e os segredos do sistema solar
A New Horizons pode manter seu recorde por décadas, já que nenhuma outra investigação está pronta para fazer uma jornada tão impressionante.

Levou cerca de nove anos de deslocamento a mais de 56.000 km/h para que ela chegasse a Plutão e ao Cinturão de Kuiper, uma região colossal além de Netuno que contém sobras congeladas e dispersas da formação do sistema solar. A zona também pode abrigar um planeta do tipo superterra ainda não descoberto.

“O Cinturão de Kuiper é realmente o equivalente a uma escavação arqueológica na história do nosso sistema solar”, disse Stern à rádio WBUR. “Como é muito distante e a luz do sol é muito fraca lá fora, as temperaturas são muito baixas – quase zero absoluto. Isso promove preservação de um material intocado”.

Mal podemos esperar pelas revelações que a New Horizons deve nos apresentar. [Space, BusinessInsider]
Fonte
Mais um post by: OVNI DAY

                                             

domingo, 10 de junho de 2018

Se o Curiosity está sozinho em Marte, quem tira as fotos dele? (Veja o Vídeo)

© Reprodução Se o Curiosity está sozinho em Marte, quem tira as fotos dele

Talvez você já tenha se perguntado isso. Se o robô Curiosity está sozinho em Marte, quem tira as fotos em que ele aparece? Outro robô não é: a Nasa já enviou quatro rovers para o planeta vermelho, mas o Curiosity e o Opportunity, os únicos que ainda funcionam, ficam bem longe um do outro. 

Quem tira as fotos do Curiosity é ele próprio. Mas como o braço do robô nunca aparece no canto da imagem? A resposta é bem simples – com um truque envolvido. Não vemos o braço robótico pois a imagem que chega até nós é, na verdade, um mosaico de aproximadamente 55 fotos. A câmera vai se movimentando aos poucos para fotografar o rover de vários ângulos diferentes. Depois os pesquisadores combinam as imagens excluindo os trechos em que aparecem os braços robóticos e substituindo por trechos de outros ângulos em que eles não aparecem. Assim eles criam a impressão de que há alguém ao lado do robô.

Você pode repetir a técnica em casa. Imagine que você quer tirar uma foto sua sem que pareça estar segurando a câmera. Uma solução seria fazer um clique com a câmera em cada mão e depois usar o photoshop para combinar os lados das fotos em que eu braço está abaixado para formar uma terceira imagem.

Cada imagem capturada pelo rover tem apenas 2 megapixels, pois a conexão entre Marte e a Terra é bastante lenta. A transmissão de dados entre a Nasa e o robô acontece por meio de dois satélites que orbitam Marte, e suportam no máximo 32 megabytes por dia. E, além das fotos, essa banda também é usada para enviar por leituras dos vários sensores ambientais, resultados de experimentos e ainda relatórios sobre a condição do equipamento.

Não que faça falta. Fotografar Marte não é nenhum desafio, nada por lá se mexe e o próprio equipamento oferece um suporte firme para longas panorâmicas. Colocar uma supercâmera não faria tanta diferença assim.

Veja como a técnica funciona no vídeo abaixo:
Mais um post by: OVNI DAY

                                                 Veja o Vídeo Abaixo:

quarta-feira, 23 de maio de 2018

Frota De Seis OVNIs Sobre Las Cabras, Chile em 17 De Maio de 2018 (VÍDEO)

Data do avistamento: 17 de maio de 2018
Local de observação: Las Cabras, Chile Uma testemunha deste evento viu seis ou mais OVNIs caindo do céu. Os OVNIs estão deixando longas trilhas brancas atrás deles, o que nos diz a direção de onde vieram, fora da atmosfera da Terra. Uma frota inteira de embarcações alienígenas entra na nossa atmosfera. Vídeo incrível. Claramente o Chile é um foco de atividade OVNI que precisa de mais atenção. Scott Waring-Taiwan
Fonte
Mais um post by: OVNI DAY

                                               Veja o Vídeo Abaixo:

sexta-feira, 18 de maio de 2018

Astronautas veem objetos estranhos no espaço - "Segredos da NASA"

Os astronautas a bordo da Apollo 12 viveram momentos de tensão desde o lançamento do foguete: a nave foi atingida por dois raios e a tripulação avistou objetos estranhos no espaço.Nasa diz que poderia ser detritos no espaço e nega quanto a objetos voadores não identificados.Assista o vídeo e tire suas conclusões.
Mais um post by: OVNI DAY

                                              Veja o Vídeo Abaixo:


quinta-feira, 17 de maio de 2018

O SECRETO EXPERIMENTO FILADÉLFIA…

ALFRED BIELEK, PH.D. EM FÍSICA PELA HARVARD, CONHECIDO COMO AL BIELEK AFIRMA QUE ESTAVA PRESENTE NO NAVIO USS ELDRIDGE, NO EXPERIMENTO FILADÉLFIA, TAMBÉM TENDO TOMADO PARTE NO PROJETO MONTAUK, O QUAL TERIA FEITO VIAGENS NO TEMPO.

Foi o que ele disse em uma palestra na Conferência da MUFON (Mutual UFO Network) em 1990, além de contar que passou 6 semanas no ano de 2137 e 2 anos no ano de 2749. A maioria dos eventos que ele disse ter vivenciado estão acontecendo agora, no nosso presente.

A matéria abaixo foi transcrita da entrevista dada por Bielek em 1990.
Por volta de 1931, algumas pessoas decidiram que era tempo de fazer alguma coisa para revolucionar a mecânica, e foram todos à Universidade de Chicago. Os três principais envolvidos eram o Dr. Nikola Tesla, o Dr. John Hutchinson, Reitor da Universidade de Chicago, mais tarde chanceler, e o Dr. Kirtenauer, que era um físico austríaco, que tinha vindo da Áustria e estava no corpo docente da Universidade de Chicago.

Em 1933 Roosevelt tornou-se presidente dos Estados Unidos. Ele chamou seu velho amigo Nikola Tesla para ir até Washington, e perguntou-lhe, “Você gostaria de fazer mais algum trabalho para o governo?”, e Tesla disse, “Claro!”. Então Roosevelt disse, “Nós temos um projeto para você”. Ele iria tornar-se o diretor do que seria mais tarde conhecido como o Projeto Filadélfia. E foi assim que Tesla basicamente veio a envolver-se com esse projeto. Ele foi nomeado pelo presidente, até onde podemos determinar agora. Ele foi o primeiro diretor, isto é mostrado em alguns registros, e eles prosseguiram.

Em 1936, houve um primeiro teste de algumas máquinas, e isto teve um sucesso moderado. Esse primeiro teste obteve como resultado uma invisibilidade parcial, o bastante para encorajá-los e mostrar-lhes que estavam no caminho e na trilha certa, e a Marinha ficou muito interessada; este interesse começou no início de 1931, o que fez aparecer algum dinheiro para pesquisa. E em 1936 eles forneceram mais recursos, e o projeto expandiu-se. Bem, as coisas continuaram se expandindo a partir deste ponto, e mais pessoas vieram trabalhar no projeto.
Em 1940 eles conseguiram o seu primeiro sucesso real sob a direção de Tesla, num estaleiro da Marinha, em Brooklyn. Era um pequeno navio, sem ninguém a bordo. O equipamento especial foi colocado no navio. Ele foi energizado a partir de dois navios, um de cada lado, que o supriam de energia através de cabos de força; no caso de alguma coisa sair errada, eles podiam cortar os cabos, e se as coisas ficassem irremediáveis, poderiam afundar o navio. Mas eles não precisavam ficar apreensivos, aquelas eram precauções que a Marinha sempre tomava.

Foi um sucesso completo. O pequeno navio tornou-se invisível. Não havia ninguém a bordo desta vez, porque isto seria feito mais tarde, como parte do teste.

A Marinha estava radiante, eles sentiam isso e liberaram enormes montantes de dinheiro para a pesquisa, e o projeto foi classificado a partir de setembro de 1940, tendo sido denominado “Projeto Rainbow (Projeto Arco-Íris)”.
Para o sucesso do projeto, um dos nomes principais foi com certeza o de Nikola Tesla, que em 1923 afirmou ter contato com seres de outros planetas. Em 1899, Tesla teria conseguido uma comunicação com seres de Marte pela primeira vez.

De onde ele recebeu essa informação não se sabe, mas Tesla alertou: “Nós iremos ter problemas. Iremos ter um problema muito sério. Vocês não poderão gerar a quantidade de energia necessária para fazer um navio enorme desaparecer sem ter efeitos sobre os tripulantes. Eu preciso de mais tempo. Preciso desenvolver contramedidas, para evitar que o pessoal sofra danos”.

A Marinha disse: “Você não pode. Você tem prazo final. Há uma guerra em andamento. Faça isto funcionar. Você pode fixar a data, mas não pode mudá-la”.
No fim do ano de 1942, cerca de 33 voluntários para o USS Eldridge, e se prepararam para o grande momento, após 3 meses de treinamento.

Mas Tesla havia avisado que algo daria errado.

A tão esperada data chegou, no ano de 1943. Al Bielek diz: “Voltamos outra vez para o porto. Todos estavam um pouco inseguros, meu irmão e eu em particular. Então nós fomos para a base, as ordens vieram para abaixar as chaves, para ligar o equipamento”.

Então, houve um relâmpago azul, e o navio desapareceu totalmente. Neste momento, todos entraram em pânico. O navio desapareceu completamente, e eles não sabiam o que tinha acontecido com ele. Cerca de quatro horas mais tarde o navio reapareceu no porto, no mesmo lugar onde ele estava.

Dizem que um navio apareceu em uma Base Naval de Norfolk, na Virgínia, cerca de 600 km de distância, no mesmo momento em que foi realizado o teste.
Quando o navio reapareceu, foi enviado uma lancha para checar, pois os sinais de rádio não funcionavam. E disseram que dois homens estavam fundidos, amalgamados no aço do convés do navio, dois homens embutidos no aço do anteparo, um quinto homem estava com uma mão embutida no aço do anteparo, ele estava vivo. Eles cortaram sua mão fora e lhe deram uma mão artificial. Outras pessoas andando de um lado para outro, completamente malucos, realmente insanos, fora de si. Pessoas apareciam e desapareciam repentinamente. Todos estavam muito desorientados.

Um filme foi lançado em 1984, chamado Experimento Filadélfia, que conta o que aconteceu nesse experimento secreto do governo. Al Bielek conta ter sofrido uma lavagem cerebral e que após assistir esse filme suas memórias voltaram.

Entre outro relatos de Al Bielek temos:

Os americanos   fizeram um pacto com extraterrestres nos anos 40/50, mas preferiram se aliar aos Greys, pois os Pleiadianos exigiam a desativação de todas as armas nucleares do país.
Uma expedição russo-americana conquistou a Lua em 1962. O pouso oficial da Apollo 11 em 1969 é só uma versão pública de fachada.
Marte foi conquistado pelos russos e americanos em 1969. Bielek diz que ele próprio visitou o planeta nos anos 70, usando os túneis espaço-temporais do Montauk. Ele afirma ter descoberto vestígios de uma civilização marciana desaparecida a milhares de anos.
O Projeto Montauk e o Experimento Filadélfia eram monitorados por um consórcio de alienígenas originários dos sistemas estelares de Orion, Sírius e Alfa Centauro. Mas os extraterrestres não eram confiáveis. Bielek acredita que as fendas temporais foram criadas não para ajudar o progresso científico da humanidade, mas sim para permitir a entrada dos discos voadores em nossa dimensão, possibilitando uma invasão.
O vídeo abaixo em inglês, é parte da entrevista cedida por Al Bielek em 1990.
Fonte
Mais um post by: OVNI DAY

                                                    Veja o Vídeo Abaixo:

quarta-feira, 16 de maio de 2018

Milhares de suecos implantam microchips para substituir chave e carteira

Abertos ao compartilhamento de dados pessoais, milhares de suecos tem implantado um microchip dentro da pele para simplificar algumas facetas da rotina. De acordo com a agência de notícias AFP, cerca de 3 mil habitantes do país adotaram a tecnologia, que facilita a entrada em locais como empresas ou permite reservas de passagens de trem. 
O país tem um histórico favorável à abertura de privacidade, considerado um sinal de transparência e facilitando a aceitação do chip entre os 10 milhões de suecos. O acessório é capaz de armazenar dados, mas não é quem processa essas informações. O dispositivo se comunica com outras máquinas por meio do Near Field Communication (NFC), tecnologia utilizada, por exemplo, para pagamentos com celulares. Pessoas como Ulrika Celsing, 28 anos, adotaram o microchip para "tentar algo novo" que "faça a vida mais fácil no futuro". Com o acessório, ela consegue entrar na agência Mindshare apenas aceando a uma caixinha e digitando um código. O método é criticado por pessoas como Bem Libberton, um microbiologista que acredita que os implantes podem causar infecções ou reações do sistema imunológico humano. Isso sem falar de potenciais roubos de dados sensíveis, como informações médicas de um usuário – algo que não armazenado no chip atualmente. Apesar dos riscos em potencial, pessoas como Celsing se mostram tranquilas quanto à escolha, já que o implante é como a inserção de um piercing. Se o acessório começar a incomodar ou aparentar ser uma ameaça, basta retirá-lo
Fonte
Mais um post by: OVNI DAY

                                                 Veja o Vídeo Abaixo:

terça-feira, 15 de maio de 2018

Visitei o ano de 2118 em uma Missão Secreta da CIA. E posso provar!! (VÍDEO)

Viagem no tempo é uma temática que atrai muitas pessoas. A possibilidade de saber o que vai acontecer fascina os seres humanos.Invasão alienígena e desastres naturais, é o que relata o homem que disse: “Visitei o ano de 2018 em uma missão secreta da CIA”.
Mais um post by: OVNI DAY

Veja o Vídeo Abaixo:

segunda-feira, 14 de maio de 2018

Imagens de satélite mostram símbolos misteriosos no deserto da China. Seriam estes "sinais" extraterrestres?

Imagens tiradas de satélites e publicadas no Google Maps mostram uma série de estruturas estranhas, símbolos misteriosos no deserto de Gobi chinês e objetos misteriosos que provocaram milhares de especulações, desde códigos para ler do espaço até bases extraterrestres clandestinas, ou verdadeiros "sinais" extraterrestres.

A superfície do nosso planeta está cheia de misteriosas estruturas antigas que datam de milhares e até dezenas de milhares de anos atrás. Eles parecem prova da existência de sociedades antigas incrivelmente complexas que construíram estruturas fascinantes sem o aparente uso de nossa tecnologia moderna.
As linhas de Nazca, no Peru, por exemplo, são uma coleção de centenas de símbolos misteriosos e figuras de animais, esculpidas na terra seca do deserto de Nazca. Ninguém sabe ao certo o que eles significam. E não apenas lá, mas existem símbolos misteriosos em todo o mundo, até encontramos projetos semelhantes no Cazaquistão. E apesar de algumas dessas maravilhas antigas terem sido criadas há milhares de anos, novas imagens de satélite revelaram novos e misteriosos "sinais" localizados em todo o mundo.

Desta vez, vamos dar uma olhada em um deserto remoto na China, e nos perguntamos o que diabos essas misteriosas estruturas e símbolos representam.
Alguns especialistas em OVNIs afirmam que os sinais misteriosos são na verdade vestígios de bases alienígenas secretas e símbolos secretos na Terra. Essas imagens começaram um debate acalorado e vários usuários se perguntaram se o governo chinês, junto com outras potências mundiais, poderia se comunicar com entidades extraterrestres ou mesmo usar tecnologia que não vem da Terra.
Muitas pessoas dizem que por trás desses sinais há algo que eles não nos dizem. Algo que não está presente apenas na China, mas em outras partes do mundo. Um usuário escreveu no Reddit: "Eu diria que se fossem contatos feitos com extraterrestres ou contato com sua tecnologia futurística é provável que pelo menos todos os jogadores principais no cenário mundial (EUA, Rússia, China, Alemanha, França , etc. ..) e, provavelmente, vários estados têm acesso a essa tecnologia e tiveram contatos com ETs. Os principais governos e principais atores (especialmente nos principais círculos militares e agências de inteligência, talvez até mesmo alguns atores políticos) sabem o que acontece ”.
Em ocasiões anteriores, quando o governo chinês se envolveu em uma aura de mistério com imagens de satélite no deserto de Gobi, ele explicou que esses sinais ou símbolos apenas ajudam a calibrar os satélites da China. Este poderia ser o motivo real? Ou talvez algum tipo de código alienígena pudesse ser um símbolo? As imagens de satélite mostram evidências de bases secretas? Ou estamos apenas olhando para instalações militares, construídas em uma área remota para se esconder dos olhos curiosos? Assista ao vídeo de Planeta Snakedos que reconstruiu essas imagens relacionadas aos misteriosos símbolos encontrados no deserto chinês.
Fonte
Mais um post by: OVNI DAY

                                                     Veja o Vídeo Abaixo:

terça-feira, 8 de maio de 2018

NASA diz que Poderia haver mais de "100 bilhões" de Mundos do tamanho da Terra somente na Via Láctea

Estimativas dos astrônomos da NASA - National Aeronautics and Space Administration indicam que poderia haver mais de 100 bilhões de mundos do tamanho da Terra somente na Via Láctea. Acha que é um grande número? Existem cerca de 2 trilhões de galáxias no universo conhecido, o que significa que existem cerca de 200.000.000.000.000.000.000.000 de planetas potencialmente habitáveis. 
Onde está todo mundo?
Mais um post by: OVNI DAY

                                                    Veja o Vídeo Abaixo:

8 Vídeos que Confirmam que Vivemos em uma "SIMULAÇÃO"

Neste vídeo vou apresentar-lhe estranhos casos reais onde algumas pessoas conseguiram gravar falhas na realidade, que parecem mostrar que a vida é uma simulação de computador, como no famoso filme Matrix. É por isso que eu apresento estas falhas na realidade capturadas em vídeo.Deixe seu comentário é muito importante.
Mais um post by: OVNI DAY

                                                Veja o Vídeo Abaixo:

segunda-feira, 7 de maio de 2018

Processadores Intel têm um Segredo Misterioso dentro deles, entenda o que é o "MINIX"

Há muita coisa nos computadores atualmente, hardware , software , programas , aplicativos e muito mais. Mas a coisa que você pode não estar ciente é o outro sistema operacional em execução dentro do seu computador. Não, eu não estou falando sobre Linux dual-boot , eu estou falando sobre o MINIX .

Eu tenho você lá, você provavelmente está pensando: “Espere, o que? Eu nunca instalei este MINIX na minha máquina ”, é claro que você não instalou , mas se você está usando um processador Intel as chances são de que ele também esteja no seu computador.

Não é a CPU, é o chipset
Os chipsets da Intel há alguns anos incluem um mecanismo de gerenciamento, um pequeno microprocessador que é executado independentemente da CPU principal e do sistema operacional. Diversos softwares são executados no ME, variando de código a lidar com DRM de mídia para uma implementação de um TPM. O AMT é outro software executado no ME, embora aproveite uma ampla gama de recursos do ME.
- Matthew Garrett

O Intel Management Engine é uma tecnologia produzida pela Intel embutida em seus chipsets como um firmware , a tecnologia afirma ser necessária para atingir o desempenho total e usada para fornecer recursos de administração remota . O Intel ME é uma “caixa preta” que funciona no seu computador, totalmente integrada no sistema e tem acesso direto à memória, rede e periféricos. Esta tecnologia tem sido especulada como backdoor , e é tão poderosa que a EFF chamou o Intel ME de um risco de segurança .

Quando as coisas não podiam piorar para o Intel ME, em maio de 2017, foi encontrada uma vulnerabilidade grave que permitia o escalonamento de privilégios . Essa vulnerabilidade existe há quase 9 anos e nunca foi encontrada. Quando explorada, permite que um invasor não privilegiado obtenha controle dos recursos de administração remota oferecidos pelo Intel ME.

Abaixo o buraco de coelho da Intel
Como o Intel Management Engine está instalado no chipset em vez da CPU, ele pode operar sozinho e é exatamente o que faz: funciona durante o processo de inicialização , durante atividades normais quando o sistema operacional já está carregado e até mesmo quando o computador está desligado mas conectado . Funciona quase a qualquer momento e você não sabe nada sobre isso . Ninguém faz, e é assim que ficou segura “ segurança através da obscuridade ”.

O Intel ME é um firmware de código fechado, estreitamente integrado ao sistema. Se fosse comprometido, os resultados seriam catastróficos. Um malware instalado no Intel ME pode facilmente sobreviver a ciclos de energia e espionar tudo o que acontece em seu computador . E o pior é que atualmente não há como desligar o Intel ME (embora tenha havido tentativas ).

Em novembro de 2017, Ronald Minnich, um engenheiro de software do Google, descobriu um sistema operacional MINIX oculto dentro do Intel Management Engine . A instância do MINIX está sendo executada:

Pilhas de IP (4 e 6)
Sistemas de arquivos
Drivers (disco, rede, USB, mouse)
Servidores da Web
Descubra o MINIX: um dos sistemas operacionais mais usados ​​no mundo
Graças ao Intel Management Engine , o MINIX se tornou um dos sistemas operacionais mais populares do mundo em questão de segundos. Mas você pode não ter ouvido falar do MINIX e pode estar pensando que é um novo sistema operacional comprometido com nada de bom. Isso é absolutamente errado e, exceto pelo seu uso no Intel Management Engine, o MINIX foi criado para fins educacionais.

Criado por Andrew S. Tanenbaum , as primeiras versões do MINIX (v1 e v2) eram apenas para fins educacionais , o sistema operacional baseado em uma arquitetura de microkernel foi usado por Tanenbaum em seus ensinamentos na Vrije Universiteit Amsterdam . O projeto começou como proprietário e foi re-licenciado sob a licença BSD em 2000. Desde a versão 3, o MINIX tem como objetivo fornecer um sistema operacional altamente confiável para sistemas embarcados.

Talvez a arquitetura fina ou a licença permissiva tenham desempenhado um grande papel na decisão da Intel, mas essa decisão torna o MINIX um dos sistemas operacionais mais populares (e mais paralelos) do mundo. Andrew S. Tanenbaum até escreveu uma carta aberta para a Intel :

A única coisa que teria sido legal é que depois que o projeto tivesse sido concluído e o chip implantado, alguém da Intel tivesse me dito, apenas como cortesia, que o MINIX era agora, provavelmente, o sistema operacional mais usado no mundo em computadores x86. Isso certamente não foi necessário de forma alguma, mas acho que teria sido educado me dar um aviso, só isso.
-Andrew S. Tanenbaum
Imagem cortesia de mark | marksei
Mais um post by: OVNI DAY

                                            Veja o Vídeo Abaixo:

As celebridades poderiam estar viajando no tempo? "Passatempo Secreto da Elite"

As celebridades poderiam estar viajando no tempo?
O mundo foi levado a acreditar que a viagem no tempo simplesmente não é possível. No entanto, essas imagens parecem sugerir que isso pode ser impossível para a população em geral. Será que os ricos e famosos tiveram a oportunidade de viajar no tempo? Vendo essas imagens estranhas do passado, algumas pessoas certamente passaram a acreditar que esse poderia ser o caso.

Várias imagens surgiram, destacando a semelhança entre as celebridades modernas e as pessoas dos últimos dias. Foi notado que estas imagens não suportam simplesmente uma semelhança passageira com as celebridades, mas parecem genuinamente ser elas. Isso deu origem a teorias de que viajar no tempo é um passatempo popular entre os absurdamente ricos.


Uma das comparações mais impressionantes é a imagem do rapper e produtor Shawn Corey Carter, popularmente conhecido como Jay-Z. Acredita-se que sua contraparte dos últimos dias tenha sido fotografada em Brooklyn, Nova York, em 1939. Por incrível que pareça, Jay Z nasceu exatamente na mesma área que Nova York, levando alguns a especular que seria onde ele escolheria viajar. Uma explicação alternativa poderia ser que este é um ancestral do famoso rapper.

Outras imagens surgiram de outras pessoas famosas com seus antigos senhores, incluindo Sylvester Stallone, Justin Timberlake e Liam Neeson, com algumas das semelhanças sendo mais marcantes do que outras.
Talvez a comparação similar mais popular seja essa imagem de Nicholas Cage e seu doppelganger histórico. Esta imagem surgiu antes, mas anteriormente levou a alegações de que Cage era um vampiro, em vez de um viajante do tempo. Cage abordou esses rumores falando no programa de David Letterman dizendo: “Agora veja, eu não bebo sangue, e da última vez que eu olhei no espelho eu tive um reflexo, então eu não vou com a teoria do vampiro. Eu simplesmente não vou fazer isso.

Embora seja provavelmente mais provável que esses olhares históricos pareçam celebridades, algumas pessoas sempre estarão certas de que há algo mais incrível acontecendo debaixo da superfície do que mera coincidência.
Fonte
Mais um post by: OVNI DAY

                                                 Veja o Vídeo Abaixo:

domingo, 6 de maio de 2018

A ONU decreta que a Humanidade deve Colocar o "Microchip"

A ONU decretou que a Humanidade deveria colocar o Microchip Até o ano de 2030, a ONU planeja que cada pessoa tenha uma identificação biométrica, que será aprovada em todo o mundo. As informações de cada ser humano serão armazenadas em um banco de dados universal, localizado em Genebra, na Suíça.

Até o ano de 2030, a ONU planeja que cada pessoa tenha uma identificação biométrica, que será aprovada em todo o mundo. As informações de cada ser humano serão armazenadas em um banco de dados universal, localizado em Genebra, na Suíça.

A organização da ONU é dirigida a todos os governos do Mundo, que imporão o cartão de "Identificação Biométrica Universal" aos seus cidadãos. "Este novo programa é um modelo para a Nova Ordem Mundial" e se você penetrar nos subprojetos para essas novas metas globais encontrará algumas coisas ALARMANTES, informa relatório.

As Nações Unidas implementaram este projeto entre os refugiados que chegaram à Europa. O sistema coleta dados faciais, de íris e biométricos a partir de impressões digitais, estabelecendo-se na única documentação oficial para refugiados.

- Ad
As informações serão enviadas para um banco de dados central em Genebra, possibilitando efetivamente seu acompanhamento.
De acordo com o relatório da Find Biometrics, as autoridades esperam que essa tecnologia lhes permita atingir o objetivo de ter esse tipo de identificação para homens, mulheres e crianças do planeta, ao alcance de suas mãos em 2030.

Esta iniciativa para o desenvolvimento foi originalmente lançada pelo Banco Mundial, que trabalha com a ONU e outras instituições para alcançar a "identidade legal" nas mãos de todos. O objetivo é garantir uma identidade legal e única, permitindo serviços baseados em IDs digitais para todos.

"O que aconteceria se alguém recusasse este novo sistema de" identificação legal ", indubitavelmente o desqualificaria de aceitar um emprego, obter uma nova conta bancária, solicitar um cartão de crédito, qualificar para uma hipoteca, receber qualquer forma de pagamento do governo. etc. Naquela época, qualquer um que se recusasse a aceitar uma "identidade universal" se tornaria uma sociedade desprezada ", disse Michael Snyder.
Fonte
Mais um post by: OVNI DAY

                                                   Veja o Vídeo Abaixo:

quinta-feira, 3 de maio de 2018

Astrônomos acreditam que as Galáxias distantes estão se movendo mais rápido que a luz

Uma das primeiras coisas que aprendemos nas aulas de ciência é que nada pode viajar mais rápido do que a velocidade da luz. Essa é uma regra fundamental proposta por Albert Einstein em sua Teoria da Relatividade. Mas os físicos acreditam agora que pelo menos uma coisa pode quebrar esta regra, ou pelo menos parece quebrar – o próprio universo. Os astrônomos acreditam que há galáxias se afastando da nossa a uma velocidade maior que a velocidade da luz. Como resultado, provavelmente nunca conseguiremos vê-las.

Há 13,78 bilhões de anos, nosso universo, que se concentrava em um ponto muito pequeno e denso, explodiu em um evento que chamamos de Big Bang. Após a explosão, o universo expandiu a uma taxa de 10¹⁶ em uma fração de segundo, durante um período de inflação que ocorreu a uma velocidade maior que a da luz. Depois disso, seria de se imaginar que o universo se expandiria a uma taxa constante ou mesmo diminuiria sua velocidade. Se a velocidade diminuísse, poderíamos ver até o limite, pois não haveria nenhum lugar que fosse muito longe para a luz viajar.

Em vez disso, a taxa de expansão do universo tem acelerado. E há lugares no universo que estão tão distantes que os fótons nunca chegarão lá. Como resultado, as bordas do nosso cosmos permanecem na sombra. O que está além delas é um mistério que talvez nunca possamos resolver.

Essa expansão ainda está ocorrendo, a uma taxa cada vez maior. E não é apenas a matéria, mas o tecido do próprio universo. Além disso, as galáxias mais distantes parecem estar se movendo mais rápido do que as que estão mais perto de nós. Pode até haver algumas se movendo mais rápido que a luz – e se for esse o caso, dificilmente as detectaríamos.

A taxa de expansão universal é de 68 quilômetros por segundo por megaparsec. Um parsec é 3,26 milhões de anos-luz, enquanto um megaparsec contêm um milhão de parsecs. A cada parsec mais longe uma galáxia está da nossa, é preciso adicionar 68 km / s à sua velocidade.

E se você pudesse viajar na velocidade da luz?

Quando chegam a cerca de 4.200 megaparsecs de distância, as galáxias viajam mais rápido que a luz – só por curiosidade, 4.200 megaresecs é igual a 130.000.000.000.000.000.000.000 km. Os astrônomos conseguem calcular a que distância uma galáxia está pela distância que ela percorreu e pelo tempo necessário para percorrer essa distância, observando cuidadosamente a luz que vem dela.

Galáxias vermelhas
Podemos dizer a que distância uma galáxia se encontra por algo chamado desvio para o vermelho e pela mudança para o azul. Quando uma galáxia se afasta, a luz demora mais para chegar até nós. Todo esse espaço entre a galáxia e nós força o comprimento de onda da luz a se alongar, movendo-a em direção à parte vermelha do espectro. Isso é conhecido como desvio para o vermelho. Esses objetos que se afastam de nós parecem vermelhos enquanto aqueles que se movem em nossa direção, cujos comprimentos de onda encurtam, parecem azuis.

A coisa mais distante que podemos detectar é o fundo cósmico de microondas (CMB), um resíduo do que sobrou do Big Bang. Criado há 13,7 bilhões de anos, ele agora se estende homogeneamente 46 bilhões de anos-luz de distância em todas as direções.

De acordo com Paul Sutter, astrofísico da Universidade do Estado de Ohio, nos EUA, e cientista-chefe do Centro de Ciências COSI, a noção de que a velocidade da luz é a velocidade máxima para a matéria (ou para dados) vem da relatividade especial de Einstein. Mas isso é parte do que ele chama de “física local”. Pode e, de fato, deve ser aplicado às coisas próximas.

Longe, nas profundezas do espaço, no entanto, a relatividade geral se aplica, mas a relatividade especial não, e isso faz com a luz não seja mais exatamente o parâmetro, à medida que a velocidade mais alta se torna menos certa. A implicação de um universo em constante aceleração é uma morte cósmica melancólica. Ao longo de bilhões de anos, acredita-se que as galáxias se expandirão tão longe umas das outras que os gases que se reúnem para formar estrelas não conseguirão se unir.

A luz de outras galáxias também não poderá nos alcançar. E sem novas estrelas se formando, elas não serão nada para substituir as que se esgotaram. Isso significa um desvanecimento lento de toda a luz no universo e, em seu lugar, um cosmo para sempre envolto em trevas geladas. O universo vai literalmente apagar, a menos que outras forças possam neutralizar esse fenômeno. [Big Think]
Mais um post by: OVNI DAY

domingo, 25 de março de 2018

Elon Musk-SpaceX: "Devemos colonizar Marte para preservar a espécie humana antes de uma Terceira Guerra Mundial"

Elon Musk adverte que devemos colonizar Marte para preservar nossa espécie antes de uma terceira guerra mundial. O CEO da Space X afirmou que a espaçonave interplanetária da SpaceX será capaz de realizar "voos curtos" já no próximo ano.
E lon Musk falou recentemente sob dell'SXSW - Conference & Festivais evento que acontece no Texas, dizendo que os seres humanos devem dar prioridade à colonização de Marte, de modo que as espécies podem ser preservados em caso de ' hipotética terceira guerra mundial. O fundador da SpaceX disse que estava trabalhando na chegada ao planeta vermelho.
Para ser mais preciso, Musk disse que no momento sua empresa está avançando na construção do veículo que levará humanos para Marte, conhecido por seu codinome BFR (Big Fucking Rocket). " No entanto, construir uma base com uma colônia humana exigirá" enormes recursos econômicos " ,  disse Musk:

" É importante ter uma base auto-suficiente em Marte porque está longe o suficiente da Terra que, no caso de uma guerra é mais provável que ela sobreviva do que em uma base lunar. Se houver uma terceira guerra mundial, queremos ter certeza de que existem sementes suficientes da civilização humana em outro lugar para recuperá-la e encurtar a duração da idade das trevas ”.
Sobre os problemas e riscos que uma viagem de tal calibre pode acarretar nos passageiros, Musk disse que a jornada será como as aventuras dos primeiros exploradores da Antártida, "difíceis, perigosos, com uma boa chance de perder a vida e a emoção para quem sobrevive. Esse tipo de coisa. "Se tudo correr conforme o planejado, o BFR voará pela primeira vez no primeiro semestre de 2019.

Além disso, o fundador da Tesla também explicou que uma de suas maiores preocupações atuais tem a ver com o progresso da IA ​​e as ameaças não são regulares. " AI (AI) é muito mais perigoso que as armas nucleares porque não pode ser controlada remotamente e portanto entender que não é regulado por engenheiros humanos e pode escapar do controle . "
Na verdade, ele também sugeriu que o corpo de regulação pública deve precisar de "investigadores e supervisores" para confirmar que todos estão desenvolvendo AI de forma segura e de uma maneira que é "simbiótica com a humanidade": "No entanto, , mesmo apresentando os parâmetros de segurança apresentaria todos os tipos de riscos inesperados. Se a função de utilidade da inteligência artificial é maximizar a felicidade humana, uma inteligência artificial superinteligente poderia decidir que a melhor maneira de fazer isso é capturar todos os seres humanos e injetar sua dopamina e serotonina em seus cérebros. "

Finalmente, Musk concluiu seu discurso propondo que a inteligência digital visasse maximizar "a liberdade de ação da humanidade".
Fonte
Mais um post by: OVNI DAY

                                               Veja o Vídeo Abaixo:


quarta-feira, 28 de fevereiro de 2018

A lua receberá sua primeira rede de telefonia móvel no próximo ano...

BARCELONA (Reuters) - A lua receberá sua primeira rede de telefonia móvel no próximo ano, permitindo a transmissão em alta definição da paisagem lunar de volta à terra, como parte de um projeto para apoiar a primeira missão lunar financiada de forma privada.
A Vodafone Germany, que fabrica equipamentos de rede Nokia e a montadora Audi disseram nesta terça-feira que estão trabalhando juntas para apoiar a missão, 50 anos após os primeiros astronautas da Nasa caminharem na lua.
A Vodafone disse ter eleito a Nokia como sócia tecnológica para desenvolver uma rede espacial que seria um pequeno pedaço de hardware, pesando menos do que uma sacola de açúcar.
As companhias trabalham com a empresa PTScientists no projeto, com um lançamento programado em 2019 em Cabo Canaveral em um foguete SpaceX Falcon 9, disse Vodafone.
Um executivo envolvido disse que a decisão de construir uma rede 4G em vez de uma rede 5G de última geração foi tomada porque as redes de próxima geração permanecem no estágio de teste e, segundo ele, testes não são estáveis   o suficiente para garantir que elas funcionariam na superfície lunar.
(Por Paul Sandle)
Mais um post by: OVNI DAY

                                               Veja o Vídeo Abaixo:

segunda-feira, 12 de fevereiro de 2018

UMA GRANDE FARSA? Coisas estranhas no Lançamento do Falcon Heavy da SpaceX

Estamos diante de uma grande farsa?  Tudo não passa de um show de computação gráfica?Qual o motivo de enganar a todos nós? Terra planistas afirmam que este automóvel nunca saiu da terra e fora feito tudo em um estúdio.No vídeo podemos ver várias falhas no lançamento do foguete, uma seria quanto ao automóvel suportar altas variações de temperatura no espaço, que seria realmente IMPOSSÍVEL!! Assista este fantástico vídeo e tire suas próprias conclusões.
Mais um post by: OVNI DAY

                                              Veja o Vídeo Abaixo:

quinta-feira, 8 de fevereiro de 2018

Teóricos da conspiração encontram "prova" de que aliens estejam nos monitorando

Um misterioso objeto motivou teóricos da conspiração a criarem a hipótese, mas há quem discorde e tenha explicações bem mais simples para o evento.

Reprodução/UFO Today

O suposto óvni, visto no canto superior direito, foi o responsável pela criação da teoria sobre os alienígenas


O satélite Epsilon 3, da agência espacial japonesa Jaxa, foi lançado dia 18 de janeiro. O evento atraiu milhares de curiosos na ilha de Kyushu, que, ansiosos para observarem o objeto, foram surpreendidos por um suposto óvni. Ele foi visto muito próximo ao satélite e motivou teóricos da conspiração a imaginarem: será que os alienígenas estão nos monitorando?

JAPÃO - Um objeto misterioso aparece após o lançamento do Foguete Epsilon 3 
O vídeo que estamos apresentando hoje é sobre um objeto misterioso que aparece após o lançamento do foguete Epsilon 3 lançado pela Agência Espacial Japonesa JAXA, quando o foguete foi lançado para colocar um satélite japonês em órbita, um objeto misterioso apareceu na trajetória do foguete. Realmente parece muito estranho.(fonte)


De acordo com o portal britânico Mirror , a hipótese surgiu durante o lançamento do satélite, que deverá monitorar a atmosfera da Terra. Assim, o canal do Youtube UFO Today , focado em assuntos extraterrestres, decidiu investigar o caso e a possibilidade de alienígenas estarem observando nossos avanços tecnológicos.

“Muitos podem dizer que isso é só um avião, mas aquela área era uma zona livre de aeronaves no momento do lançamento”, diz a descrição do vídeo. “Tudo foi perfeito, mas durante o processo, uma nave misteriosa e estranha foi filmada. Este óvni estava voando na mesma altitude do foguete”.

Nos comentários da publicação, alguns internautas não concordaram com a teoria criada. Um dos usuários, por exemplo, disse que, pelas luzes do suposto óvni, é possível perceber que o objeto “claramente foi feito por humanos”.

Sinais de rádio enviados por aliens?
Para além da hipótese de que os extraterrestres estejam monitorando nossas tecnologias, alguns pesquisadores levantaram, em janeiro, outras possibilidades. Um grupo de astrônomos publicou os resultados de uma investigação sobre as chamadas “rajadas rápidas de rádio”, sinais muito misteriosos, de lugares distantes do universo, que são estudados desde 2007.

A pesquisa sugere que, diferente do que se insinuava antes, aliens não sejam os responsáveis por enviá-las. Mas, alguns cientistas ainda acreditam que eles possam estar por trás das famosas rajadas . O grupo de astrônomos do projeto Breakthrough Listen, da Universidade da Califórnia, estudou o objeto FRB 121102, há três bilhões de anos-luz da Terra, e descobriu que ele é uma fonte destes sinais – e até agora, a única origem conhecida.

Como as transmissões se comportam de forma similar às produzidas em grandes buracos negros no centro de galáxias, os cientistas acreditam que as rajadas do FRB 121102 estejam sendo produzidas por uma estrela de nêutrons. Ou seja, pelo núcleo de uma estrela que já colapsou, que rotaciona em alta velocidade nas proximidades de um buraco negro.

Por mais que a hipótese citada seja a mais aceita, os pesquisadores também sugeriram que os raios podem ser “sinais de alta potência vindos de uma civilização avançada”. Para Vishal Gajjar, do projeto Breakthrough Listen e do Centro de Pesquisa SETI de Berkeley, é muito improvável que alienígenas estejam por trás das transmissões, mas o grupo “gostaria de testar várias hipóteses extraterrestres para a rajadas de rádio de curta duração em geral”.
Mais um post by: OVNI DAY